Ao completar as exigências para a aposentadoria voluntária, o servidor que optar por permanecer em atividade tem direito ao abono de permanência.

Ao completar as exigências para a aposentadoria voluntária, o servidor que optar por permanecer em atividade tem direito ao abono de permanência. 

Em outras palavras, é um incentivo pago ao servidor que quer continuar trabalhando. 

O abono é devido apenas até que o servidor complete os requisitos para a aposentadoria compulsória. 

Seu valor máximo equivale ao valor da contribuição previdenciária, podendo variar de acordo com o ente federativo (União, Estado e Municípios). Servidores do Estado do Rio Grande do Sul recebem o equivalente à contribuição. 

Na prática, quem contribui com R$ 200 por mês para a Previdência, receberá um abono de R$ 200, efetivamente “compensando” o desconto.

Se o seu pedido de abono for negado, é possível recorrer judicialmente. Neste caso, procure nosso escritório para mais informações.
  • Data: 02.04.2022